A emoção de curtir o Reveillon em Copacabana e 5 dicas para você se programar para festa

Publicado em 4 de novembro de 2019

Maiara Barbosa

Gabriel Monteiro/ Agência Brasil

Apesar de estar acompanhada de uma multidão de milhares de pessoas, preferi vivenciar aquele momento sozinha. Nada de fotos ou vídeos para as redes sociais. Tudo o que eu vi e vivi nas areias de Copacabana durante o Reveillon ficou registrado apenas no HD  da mente: luzes dos cruzeiros em alto mar posicionados de frente para as balsas, famílias com suas barracas montadas para passar a noite na praia, jovens celebrando o novo ano com muita música e bebidas e, principalmente, luzes e cores.

Assim que a contagem regressiva finalizou na parede de um edifício, à direita do famoso Copacabana Palace, e o primeiro fogo de artifício cruzou a escuridão do céu às meia-noite, anunciando a chegada do ano novo, uma lágrima escorreu no meu rosto.

Vieram mais fogos em 14 minutos, nos mais diversos formatos, tamanhos e cores e mais lágrimas. Minhas mãos se juntaram ao peito em forma de agradecimento e, baixinho, eu sussurrava: Obrigada, Deus! Obrigada, Deus!

Passar o réveillon em Copacabana era um sonho que eu tinha desde a infância. Me arrepiava só de ouvir no noticiário as informações sobre os preparativos pra festa e me emocionava ao ver as imagens da queima de fogos pela TV.

“Um dia ainda vou passar o ano novo em Copacabana”, eu dizia. E na virada do ano de 2017 para 2018, entre amigos, brincadeiras e uns goles de champanhe, fizemos a promessa que o próximo ano novo curtiríamos nas areias da praia mais famosa do Rio de Janeiro. Voltei de férias e comecei a colocar o plano em ação.

Para isso, foi preciso planejamento:

  1. Não demore para reservar a hospedagem!
    Copacabana é uma das maiores festas de réveillon do mundo. Por isso, é necessário reservar uma hospedagem com antecedência. Quanto antes melhor, não deixe para resolver isso em novembro pois, antes disso, os hotéis, pousadas e hotels já estão com reservas para o carnaval. O booking pode te ajudar na escolha da acomodação!
  2. Procure locais alternativos para se hospedar!
    Por ser o palco da festa, os valores de hospedagem em Copacabana seguem as proporções da festa. Uma opção é procurar bairros vizinhos. Eu, por exemplo, sempre fico em Botafogo.
  3. Outras maneiras de curtir a festa além das areias da praia:
    Há diversas maneiras de curtir o ano novo em Copacabana. A mais tradicional delas é na areia da praia, acompanhando os shows noite à dentro. Porém, uma boa opção para quem não gosta da muvuca e não quer se preocupar com furtos e arrastões são as festas fechadas.
    As festas são oferecidas por hotéis beira-mar e pelos quiosques que ficam na orla da praia. Os preços começam em R$ 400 e chegam até o nível do Copacabana Palace. O que, aparentemente, é “salgado” se torna “justo” se levado em conta os serviços, como open bar e open food, segurança e banheiros privativos. Fique atento que pacotes começam a ser vendidos, geralmente, em outubro.
  4. Fique atento ao trânsito e ao transporte para sua volta!
    Para atender a multidão que se rende à praia, o trânsito também sofre alterações e é montado um esquema especial de transporte. Além de algumas ruas serem interditadas, para utilizar o transporte público é preciso comprar, com alguns dias de antecedência, um bilhete especial do metrô. Aplicativos de transporte costumam não funcionar muito bem nessa madrugada. Para quem for a pé para os bairros vizinhos, tome cuidado para não voltar sozinho.
  5. Bolsas e celulares
    Quanto menos coisas você levar, menos irá se preocupar. Lógico que, estando no Reveillon em Copacabana, quem não gostaria de tirar uma foto para registrar e compartilhar nas redes sociais? Para isso, opte por levar o celular com documento, um pouco dinheiro e/ou cartão, em uma doleira, por baixo da roupa para não chamar atenção.

Cuidados tomados, se jogue na festa e aproveite!

 

Adicionar a favoritos link permanente.

11 Comments

  1. LUCIO FABIO DA COSTA JUNIOR

    Eu também quero muito viver essa experiência, Maiara. Adorei o seu relato. Com certeza também não conseguirei conter a emoção. Dicas anotadas!

  2. Meu sonho é passar um no novo em Copacabana! Se bem que não passo mal aqui em Balneário Camboriú não kkkkk, mas O Rio está na minha lista!!

  3. Ai Maiaraaaaa, quanta sensações me remeteu. Era meu sonho também passar o reveillon em Copacabana. Eu que odeio fogos, ali me emocionei, parecia criança. Acho que levamos um pouco de nossa criança interior mesmo né? Que só via isso pela televisão e de repente… poxa, é tão perto de São Paulo, porque não me programar? E vamos! Eu fiquei assustada com um arrastão que aconteceu quando fui, quebrou o clima totalmente, infelizmente.

  4. Carolina Rodrigues

    Eu AMO fogos de artíficio! Sempre passei na praia mas nunca no Rio.
    Imagino que seja como o ano novo que passo na praia, mas em uma escala de fogos MUITO MUITO Maior, com mais fogos e mais gente.
    Realmente deve ser incrível mesmo!

  5. Acredita que sou carioca e nunca passei o Reveillon em Copa? Depois desse post, vou tomar vergonha na cara e me planejar!

  6. Que sonho ver o reveillon em Copacabana, sonho em ir para rio ver! Você achou perigoso o lugar ou é só prestar atenção que é tranquilo?

  7. Deyse Marinho

    Realmente, você tem bastante razão, porque passar o Reveillon nos lugares mais badalados do Brasil requer um bom planejamento e antecipado para brindar com muita alegria a virada do ano! Adorei seu post! Valeu pelas dicas!

  8. Ótimas dicas ! Passei alguns aí ! Deu uma saudade !

  9. Nunca fui, sempre tive medo da confusão e tumulto, mas gostei muito do post e das dicas. Até pensando aqui! rs

  10. Queria muito viver essa experiência este ano mas não sei se será possível. Enquanto isso curto esse relato maravilhoso e já anotei as dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *