Cunha e as plantações de Lavanda

Publicado em 27 de maio de 2019

Pôr do Sol colore as plantações de lavanda de Cunha @meudestinoelogoali

Maiara Barbosa

Entre as colinas cobertas pelo roxo das flores, aves dão seus voos sobre as montanhas de Cunha. No final da tarde, o pôr do sol dourado reflete sobre cada flor de lavanda. A combinação do clima de montanha, com a delicadeza das flores atraem muitos visitantes para a cidade.

Devido ao clima semelhante ao da região da Provence, na França, as produções de lavanda se adaptaram bem em Cunha. Além da beleza para os olhos, as produções de lavanda oferecem outros benefícios, como os óleos essenciais. Os óleos são usados desde a época do Império Romano para lavar roupa, tomar banho e aromatizar ambiente. Além disso, eles são indicados  como calmantes, relaxam e são capazes de aliviar dores físicas.

Dois locais se destacam na produção da flor e recebem visitantes. Conheça um pouco mais de cada um deles:

Lavandário

Diversas espécies de lavanda são cultivadas no Lavandário @meudestinoelogoali

O local mais procurado pelos visitantes é o Lavandário. Além de trilhas entre os campos de lavanda que levam até um mirante no topo da colina, o espaço ainda conta com uma lojinha, onde são comercializados sabonetes, óleos essenciais, sais de banho, hidratantes, aromatizadores e até itens de cama, mesa e banho.

A lavanda faz parte até da gastronomia do local e são comercializados chás, sorvetes, tortinhas e cupcakes feitos à base de ervas aromáticas. Para quem quiser aproveitar ainda mais o clima de relaxamento, é possível agendar massagens.

Saiba mais:

Três são as espécies principais de lavandas cultivadas no espaço, o que garantem campos floridos durante o ano todo. Quem se interessar em conhecer mais sobre as lavandas, é possível acompanhar a etapa de plantação das flores, além da destilação para a retirada do óleo. Para participar, é preciso se inscrever antecipadamente e o preço por pessoa é de R$ 120.

Já a visitação normal custa R$ 10, sendo que idosos acima de 60 anos pagam meia e crianças até 12 não pagam.*

O Lavandário fica aberto de sexta a domingo e feriados, das 10h até o pôr do sol. O acesso fica na Estrada SP-171 (Guaratinguetá- Paraty), no km 54,7.

O Contemplário

Visitação no Contemplário é gratuita @meudestinoelogoali

Menos badalado que o Lavandário, no Contemplário também é possível caminhar entre os campos de lavanda, assistir o pôr do sol e conhecer os produtos feitos à base da flor.

Entre os destaques da loja estão o café, os chás, cervejas e até chocolates, além do famoso hidromel.

Além da lavanda, outras espécies de flores aromáticas são cultivadas no local, como o alecrim e o capim limão.

Para quem gosta de sentir a natureza de perto, uma espécie de casa na árvore foi montada entre as plantações para que se veja o sol se escondendo no horizonte do alto.

Por lá o silêncio parece reinar e, não dificilmente, você encontrará pessoas meditando.

A visitação ao Contemplário é gratuita. Ele fica fechado às terças e quartas e, nos demais dias, o horário de funcionamento é das 10h às 18h.

*valores referentes à maio/2019

Adicionar a favoritos link permanente.

5 Comments

  1. Amei o post. Que lugares lindos. Fiquei muito interessado em fazer esses passeios e terão de ser no finzinho da tarde para apreciar esse lindo por do sol.

  2. Eu visitei o contemplário e achei a coisa mais linda da vida! Vi um pôr do sol sensacional lá.

  3. Nossa, eu fiquei sabendo da existência deste lavandario em um Post do Instagram e desde então ando fazendo planos para ir lá. Ler seu post só me deixou com mais vontade!

  4. Amo lavanda já quero conhecer. Adorei seu post e salvei nos meus favoritos. Quem sabe ??????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *