Skip to content

6 cidades paulistas da Serra da Mantiqueira que você deve visitar

Do tupi guarani, Mantiqueira significa “serras que choram”. O choro que os índios se referiam quando batizaram a região montanhosa, que fica entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, são as nascentes de rios que existem em abundância até hoje.

A região oferece uma diversidade de roteiros turísticos, com trilhas, cachoeiras, gastronomia de qualidade, passeios românticos e muito mais. Do trecho que pertence ao estado de São Paulo, o turismo cultural também merece destaque. Conheça alguns destinos paulistas e o que encontrar em cada uma das cidades:

Campos do Jordão

A cidade de Campos do Jordão está a 1,7 mil metros de altitude. O clima de montanha deixa os termômetros sempre em torno dos 14 graus e, no inverno, a cidade já chegou a registrar temperaturas negativas.

Além de ser muito procurada por casais, Campos do Jordão oferece programação para todas as idades, atrativos culturais, esportes e boa gastronomia.

Um dos destaques da cidade é o Festival de Inverno, que reúne apresentações de diversos músicos e orquestras. Outro atrativo é o Horto Florestal, o parque estadual mais antigo do país, que conta com seis trilhas mapeadas para caminhada e abriga a maior reserva de araucárias do estado.

Santo Antônio do Pinhal

Foto: Viagens Cinematográficas

A cidade se destaca peça produção de pinhão e alimentos orgânicos. Nos restaurantes não é difícil encontrar truta nos cardápios. Santo Antônio do Pinhal também está se consolidando como um destino romântico e a cidade também diversos ateliês culturais.

Para quem gosta de aventura e esportes radicais, em Santo Antônio do Pinhal, é possível praticar o arborismo, rapel, trekking, mountain bike, vôo livre, além de passeios a cavalo.

Para quem gosta de turismo rural, as fazendas e alambiques da região ainda apresentam aos visitantes o processo de fabricação da cachaça artesanal.

São Bento do Sapucaí

Foto: Pé na Estrada

É em São Bento que fica uma das formações rochosas mais famosas e desafiadoras do estado: a Pedra do Baú. A escalada dura cerca de três horas e exige bom preparo físico, mas lá do topo, a vista de toda a região da Serra da Mantiqueira compensa o esforço.

Além disso, a cidade também possui diversas cachoeiras, artesanato em fibra de bananeira e um patrimônio histórico preservado. Outra curiosidade de São Bento é a preservação das trincheiras da Revolução Constitucionalista de 1932.

O carnaval da cidade mantém o clima de antigamente, com o desfile de blocos e bonecões. O bloco do Zé Pereira, por exemplo, desfila com um boneco de 3 metros de altura há mais de 100 anos.

Com tempo, aproveite para visitar também o povoado do bairro do Quilombo, que mantém viva a história e a cultura de escravos fugitivos e seus descentes.

São Francisco Xavier

Foto: Por Onde Andamos

O distrito da cidade de São José dos Campos é referência na proteção ambiental e oferece diversos passeios que proporcionam contato com a natureza, como cavalgadas, rafiting, tirolesa, caminhadas e trilhas para cachoeiras.

O macaco muriqui é o símbolo de São Francisco Xavier e, com frequência, ele é avistado nos passeios feito pela região. O centro comercial de São Francisco Xavier conta com restaurantes, opções de hospedagens, lojas de artesanato e até espaços para terapias e relaxamento.

Outro destaque de São Chico, como é carinhosamente o distrito é chamado pelos seus moradores, é o Mirante da Pedra de São Francisco Xavier que fica antes mesmo da chegada ao centro.

Monteiro Lobato

Foto: Espelho d´Água

O nome da cidade é uma homenagem ao escritor dedicado à obras infantis, Monteiro Lobato, que iniciou a sua carreira literária na região. Foi na Fazenda Buquira, da família do autor, que nasceu a inspiração para os personagens Emília, Tia Anastácia e o Visconde de Sabugosa.

A importância de Monteiro Lobato está presente até hoje na cidade, nos nomes de restaurantes e pousadas. A fazenda que serviu de laboratório para os artistas gravarem o programa Sítio do Pica Pau Amarelo, na década de 1950, está aberta para visitação.

Hoje a cidade respira arte e cultura: o artesanato é feito em folhas de taboa, palhas, bonecas de pano e até sementes

Pindamonhangaba

Além da pacacidade do interior e as belas paisagens de montanha, Pindamonhangaba se destaca também pelas atividades radicais e esportes de aventura. Os prédios históricos bem conservados e as manifestações culturais que resistem até hoje completam as possibilidades para explorar o turismo na cidade.

Outro destaque de Pindamonhanga é a maior comunidade Hare krisna da América Latina: a Fazenda Nova Gokula, que abre suas portas para os visitantes interessados em conhecer um pouco mais do misticismo e da religião.

IMPORTANTE: Antes de viajar, verifique as condições visitação no destino e siga sempre os protocolos de segurança e de higiene para o combate do coronavírus.

Deixe um

Comentário

Ninguém comentou ainda, seja o primeiro!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Salve no

Pinterest

Salve essas dicas no Pinterest e aproveite melhor a sua viagem pelo Brasil!
pins_mdela_pinterest

Escute no

Spotify

Outras

Viagens