Fotos: Gabriel Pinheiro

“Cidade que canta, povo que dança e faz festa pro mar”: foi assim que Daniela Mercury traduziu Salvador na música “Terra Festeira”. A cantora baiana, e tantos outros músicos, inspiraram-se nas belezas naturais, nas tradições culturais, religiosas e na história da cidade para compor músicas que se tornaram eternos sucessos.

Ao falar-se de Salvador, logo vem a cabeça o carnaval e o axé. Confira, porém, outros batuques que vieram da capital baiana e representam o seu povo:

BOOKING.COM: RESERVE SUA HOSPEDAGEM AQUI!

Farol de Itapuã

Impossível não ler “Itapuã” sem lembrar do ritmo da música “Tarde em Itapuã”, composta por Vinícius de Morares. Na praia existe uma sede do projeto Tamar e também um farol, que se tornou cartão postal da praia. Apesar das belezas naturais, a violência na região assusta até mesmo os moradores, por isso, tome cuidado ao visitar a praia.

Farol da Barra

O pôr do sol no Farol da Barra deu ares românticos para duas canções: Te Espero no Farol, do cantor Tomate, e Dia dos Namorados, do grupo Asa de Águia. O Farol da Barra é aberto pra visitação e, no gramado ao seu redor, costumam-ficar as famosas baianas e também grupos de dança de capoeira.

Assim como a canção do Asa de Águia diz, o local é ideal para curtir um final de tarde depois da praia.

Basílica do Senhor do Bonfim

A celebração ecumênica, cercada por tradições, emociona os milhares de fieis que celebram o dia do Nosso Senhor do Bonfim. A festa, que inclui a lavagem das escadarias, banho de arruda, procissão, ganhou um Hino, composto por Caetano Veloso.

Na letra, ao cantar “Glória a ti neste dia de glória”, o cantor e pede a “divina graça”.

Rio Vermelho

É no bairro do Rio Vermelho onde concentram-se as homenagens para Iemanjá, a Rainha do Mar, em Salvador. para lembrar o dia 2 de fevereiro, Dorival Caymmi cantou: “Dia de festa no mar. Eu quero ser o primeiro a saudar Yemanjá”

Pelourinho

O Pelourinho é endereço do axé, do Olodum, do Timbalada e dos Filhos de Gandhi. Caminhar por lá é ouvir os batuques e, sem perceber, ver o corpo remexendo-se no ritmo do som. Além das apresentações musicais, a Casa do Olodum comercializa produtos oficiais do grupo no Pelourinho.

Ladeira da Barra e Campo Grande

Os endereços mais fervorosos do carnaval da Bahia entraram para o repertório do Asa de Águia. A Ladeira da Barra, aliás, é um dos trajetos mais famosos do carnaval de Salvador foi retratada na canção Desejo de Amar. Fora do mês de fevereiro, um passeio pelo local revela um pouco mais da história e cultura de Salvador, como a Igreja de Santo Antônio da Barra, o Cemitério dos Ingleses e o Centro de Artesanato da Barra.

Dique Tororó

O único manancial natural de Salvador é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A lagoa ganhou oito esculturas de orixás que flutuam no espelho d´água: Oxum, Ogum, Oxóssi, Xangô, Oxalá, Iemanjá, Nanã e Iansã foram representadas pelo artista plástico Tatti Moreno. A canção Ashansu retrata a diversidade dos orixás e o sincretismo religioso da Bahia.

Para se programar:

Além de buscar um guia de turismo, que enriquece sua experiência e conhecimento ao visitar um novo destino, ter a companhia de um fotógrafo profissional ao seu lado faz toda a diferença na construção do registro e memórias de uma viagem.

Por isso, em Salvador, tive ao meu lado o fotógrafo Gabriel Pinheiro. Além de conhecer a cidade onde mora como poucos, a sua sensibilidade e perfeccionismo colaboraram para que trouxesse fotos maravilhosas como recordação das experiências vividas em Salvador.

Continue no clima com a playlist:

O serviço fotográfico é apenas uma indicação do Meu Destino é Logo Ali, livre de qualquer contraprestação.

Salve essas dicas no Pinterest e aproveite melhor a sua viagem pelo Brasil!

O booking.com faz cotação em diversas empresas/acomodações, garantindo os melhores preços e opções pra você. Reservando através deste link, você não paga nada a mais por isso e o Meu Destino é Logo Ali recebe uma contribuição. Com isso, você ajuda a manter o blog sempre atualizado e com novos conteúdos!

Deixe um comentário