Uma cidade conhecida como “Princesinha do Vale” não deixa a majestade de lado quando se fala em beleza natural e estrutura para receber os visitantes. Guararema pode ser uma opção de passeio para quem visita o estado de São Paulo e busca sossego.

A cidade é pequena, mas grandiosa quando se fala na diversidade de atrativos para quem a visita: pontes de madeira interligam pequenas ilhas sobre as águas do Rio Paraíba do Sul, duas rochas grandiosas sobrepostas intrigam as leis da física e as orquídeas colorem os campos de produção de flores da cidade.

Além disso, Guararema tem igrejas tombadas pelo Patrimônio Histórico, que guardam imagens raras, e também uma estação de trem que oferece passeios de Maria Fumaça.

Conheça os pontos de interesse turístico de Guararema:

Recanto do Américo

Foto: Prefeitura de Guararema

O ponto mais tradicional de Guararema é conhecido como Pau d´Alho. Popularmente, a praça recebe esse nome por conta da semelhança do cheiro da árvore, que dá nome à cidade, com o alho.

Em torno da gigantesca árvore, com mais de 200 anos, o ambiente é de descontração em quiosques montados em um deck na beira do Rio Paraíba do Sul.

Ali também foram construídas pontes que dão acesso às pequenas ilhas que se formam no Rio Paraíba. Com sorte, ao passar pelas pontes de madeira suspensa, é possível avistar capivaras na margem do rio e também grandes cardumes de peixes.

Praça do Coreto

Foto: Prefeitura de Guararema

Assim como toda cidade pequena do interior, é comum que a população se reúna nas praças para conversar e para que as crianças possam brincar. Em Guararema isso acontece na Praça do Coreto, oficialmente chamada de Praça Coronel Brasílio Fonseca.

Em frente a praça fica também a Casa da Memória, que costuma reunir diversas exposições sobre a história da cidade e manifestações culturais. A Praça do Coreto também é um dos pontos que ficam decorados no Natal e há apresentações musicais no final de ano.

Igreja São Benedito

Uma ex-escrava, Maria Florença, recebeu o terreno, onde hoje está instalada a Igreja Matriz de Guararema, de doação da sua ex-sinhá e resolveu ali construir uma capela em louvor ao seu santo de devoção: São Benedito. Em 1954, porém, a antiga igreja foi totalmente demolida para dar lugar a estrutura atual.

Em frente à Igreja de São Benedito fica um belo jardim, com chafariz ao centro. O pipoqueiro da praça também já se tornou atração na cidade e vale a visita também às lojinhas que ficam em volta da praça.

Pátio Zé da Bala

Na ponta da Praça da Igreja Matriz fica o Pátio Zé da Bala, que liga a parte alta com a parte baixa da cidade. O espaço foi inaugurado em 2011 e os painéis fotográficos ali instalados ajudam a preservar a história e a transformação da cidade de Guararema ao longo dos anos.

Na ponte, que dá acesso ao Centro Artesanal Dona Nenê se tem uma vista exclusiva e especial para as torres da Igreja de São Benedito.

Centro Artesanal Dona Nenê

Tapetes, bolsas, brinquedos de madeira, acessórios femininos e para casa, itens de decoração, além de uma excelente tapioca caseira de pilão num só lugar: o Centro Artesanal Dona Nenê é um espaço para que os artesãos da cidade possam expor seus trabalhos aos visitantes e tornou-se um dos pontos de visitação mais procurados de Guararema.

Diferentemente de outras feirinhas de artesanato, o espaço é fechado e com ar condicionado. Em frente ao Centro Artesanal fica o Parque Professora Deoclésia de Almeida Mello – mais uma das praças bem cuidadas de Guararema.

Além de muito verde, com bancos embaixo de sombras generosas das árvores, o parque recebe eventos culturais e gastronômicos. Dali também é a partida de um trenzinho que faz uma linha turística por Guararema.

O horário de funcionamento do Centro Artesanal Dona Nenê é, de quarta a sexta-feira, das 12h às 18h. Já aos sábados, domingos e feriados o espaço fica aberto das 11h às 19h.

Ilha Grande

Foto: Prefeitura de Guararema

Ainda na parte baixa da cidade fica o acesso para mais uma ilha do Rio Paraíba: a Ilha Grande. O Complexo da Ilha Grande é sede do Núcleo de Educação Ambiental Sinhô Muniz.

A ilha possui aproximadamente 400m de trilha para caminhada e, no final do caminho, existe um deck para contemplação do Rio Paraíba do Sul.

Ao longo da trilha, o caminho é de vegetação nativa da Mata Atlântica. A entrada de animais e bicicletas é proibida na ilha. Os visitantes também não podem acessar o espaço com latas ou garrafas de bebidas e nem fazer piquenique.

A visitação da Ilha Grande pode ser feita, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Aos finais de semana e feriados, o espaço fica aberto das 8h às 18h.

Estação Ferroviária

O último atrativo do Centro de Guararema é a Estação Ferroviária, que foi inaugurada em 1876. Antigamente a estação era pequena e chamava-se Parayba. Com o aumento do fluxo de passageiros, o espaço precisou ser ampliado para a estação que conhecemos hoje e que passou a levar o nome da cidade.

Após muitas décadas em esquecimento (servindo apenas para o transporte de cargas), o trecho da linha de Guararema até o Distrito de Luis Carlos foi reinaugurado para o transporte de turistas a bordo de uma Maria Fumaça.

A locomotiva 353 utilizada no passeio, do ano de 1927, é a original que fazia o transporte de passageiros da linha Central do Brasil no século passado.

A viagem até Luis Carlos tem menos de 10 quilômetros, mas dura cerca de duas horas e passa por paisagens da zona rural.

Luis Carlos

Seja através do passeio de Maria Fumaça, ou não, visitar Luis Carlos é encontrar uma charmosa vila de casarões coloniais restaurados e coloridos, com calçamento de pedra e muito sossego.

Além das opções gastronômicas, em Luis Carlos também é possível fazer passeios radicais (como andar de quadriciclo) ou então participar de aulas de yoga em um empório cultural.

Mirante de Guararema

Guararema é uma cidade que busca qualidade de vida para os seus moradores e também sempre pensa em novas atrações para os seus visitantes. Por isso, em 2018 foi inaugurado o Mirante Prefeito Gerbásio Marcelino, no Centro da Cidade.

Por não ser tão alto e bem próximo do Centro, lá de cima é fácil identificar os principais pontos turísticos da cidade. O espaço conta com fontes interativas e um letreiro especial para fotos. Do lado oposto onde se avista a cidade, é possível apreciar a paisagem das montanhas e da Mata Atlântica que contorna Guararema.

A estrutura do Mirante de Guararema ainda oferece banheiros, lanchonete e um restaurante. O Mirante fica aberto para visitação de terça a domingo, feriados e pontes de feriados, das 9h às 20h.

Pedra Montada

Foto: Prefeitura de Guararema

Passear entre as copas das árvores é a primeira atração para quem visita a Pedra Montada. Para chegar até o ponto do parque onde duas grandiosas rochas estão sobrepostas “apenas” pela obra da natureza é preciso percorrer pontes de madeira por uma área de vegetação nativa.

No final do percurso, a recompensa é a cena intrigante de duas rochas que medem cerca de 9 metros de comprimento e tem 2 metros de altura que ficam sobrepostas. Próximo dali, outra sobreposição de pedras também chama a atenção ao assemelhar-se com um tubarão.

O Parque da Pedra Montada fica na Estrada da Lagoa Nova, km 8. Do Centro de Guararema até lá são cerca de 7 km de distância. Quem for visitar o local pode optar por fazer uma refeição no restaurante que funciona no espaço.

O local fica aberto para receber os visitantes aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h. Já o restaurante e a lanchonete funcionam de quinta à domingo, das 8h às 20h.

Freguesia da Escada

O bairro da Freguesia da Escada é um dos cartões postais de Guararema. É lá onde fica a Igreja de Nossa Senhora da Escada e alguns dos restaurantes mais famosos da cidade, como o Restaurante Mirante do Paraíba, o Casarão da Freguesia e o Maricota Gastronomia e Arte.

A simplicidade típica do interior está refletida no chão de terra batida do pátio da igreja, a única do Brasil que abriga uma imagem de São Longuinho – santo conhecido por ajudar os devotos a encontrar seus objetos perdidos.

A Igreja de Nossa Senhora da Escada foi construída em 1652, com taipa de pilão, e hoje ela foi tombada pelo IPHAN. O bairro da Freguesia da Escada fica 3,5 km distante do Centro de Guararema.

Como chegar em Guararema?

De carro, o acesso para Guararema pode ser feito tanto pela Via Dutra, quanto pela Rodovia Carvalho Pinto/Ayrton Senna. Estando no Centro da cidade, o ideal é estacionar o carro e percorrer as ruas a pé, já que os pontos turísticos são próximos um dos outros. Em frente ao Recanto do Américo existe um bolsão de estacionamento gratuito da prefeitura.

Apenas o Mirante de Guararema, o Parque da Pedra Montada, a Freguesia da Escada e o distrito de Luis Carlos vão exigir o deslocamento de carro.

Para quem vem de ônibus de São Paulo, no Terminal Rodoviário do Tietê é preciso buscar os ônibus da Pássaro Marron até a cidade de Mogi das Cruzes. De lá, a viagem pode ser completada com os ônibus de transporte intermunicipal da Viação Jacareí.

O booking.com faz cotação em diversas empresas/acomodações, garantindo os melhores preços e opções pra você. Reservando através deste link, você não paga nada a mais por isso e o Meu Destino é Logo Ali recebe uma contribuição. Com isso, você ajuda a manter o blog sempre atualizado e com novos conteúdos!

Deixe um comentário