Skip to content

Roteiro de 5 dias pela região serrana do Rio de Janeiro

A região serrana do Rio de Janeiro é um destino que oferece um mix de oportunidades: natureza, história e boa gastronomia. O ideal é ter a cidade de Petrópolis como base, porém, caso opte por explorar melhor a vizinha Teresópolis, por lá também há opções de hospedagem.

Confira as dicas do que conhecer entre Petrópolis e Teresópolis, em um roteiro de cinco dias:

Dia 1 – Centro Histórico de Petrópolis

Petrópolis merecia uma disciplina exclusiva nas escolas para que todos aprendêssemos um pouco mais sobre a importância histórica da cidade para o Brasil.

Em Petrópolis, a Família Real tinha uma residência para as férias de veraneio. Por conta disso, a cidade ficou conhecida como a “Cidade Imperial” e guarda um pouco dessa história até hoje no Museu Imperial.

Além disso, Santos Dumont também tinha uma casa de verão por lá, que também se tornou um museu, e outros importantes momentos da nossa história também foram escritos lá: como a anúncio da entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial e a assinatura de compra do território do Acre, que aconteceram no interior do Palácio Quitandinha.

O ideal é reservar um dia inteiro para conhecer todas essas e outras histórias do Centro Histórico, que não pode faltar uma visita à Casa dos Sete Erros e na Catedral de São Pedro de Alcântara.

Dia 2 – Vale do Amor e Fábrica da Bohemia

Na região da Fazenda Inglesa fica o Santuário do Vale do Amor, que prega o amor e o respeito à natureza e às diferentes religiões. Para isso, em cada um dos jardins espalhados nos mais de 2 milhões de metros quadrados do espaço, uma religião diferente foi representada.

Além de contemplar a natureza e sentir a sua energia, o espaço também oferece medicinas espirituais, como a prática da yoga, meditação, danças sagradas e outras terapias.

Na volta para o Centro, a dica é visitar a Fábrica da Bohemia, que foi fundada pelo imperador Dom Pedro II. Apesar dela também estar no Centro Histórico, como o tour requer um pouco mais de tempo, o ideal é deixar a visita para o segundo dia, com mais calma.

A fábrica de Petrópolis produz apenas os rótulos especiais da marca. O restaurante, montado para que os visitantes possam experimentar os pratos e petiscos que harmonizam com a bebida, pode ser uma opção para o almoço.

Dia 3 – Vale das Videiras

A região do Vale das Videiras oferece diversas opções de trilhas e cachoeiras. Uma trilha de nível fácil/intermediário é até o Mirante da Trilha da Cuca. Ao final de quase uma hora de caminhada, as montanhas da região do Vale do Café se descortinam no topo do Mirante.

A base para explorar a região pode ser o Galpão Caipira, que reúne aluguel de bikes para as trilhas, além de gastronomia local e até mesmo um SPA. Para quem quiser passar mais tempo por lá, também é possível alugar uma das suítes do espaço.

Dia 4 – Castelo de Itapaiva e outros bairros rurais de Petrópolis

Muitos acreditam que Itaipava seja uma cidade, mas, na verdade, trata-se de um distrito de Petrópolis. Por lá, além de conferir lojas e as opções gastronômicas nas charmosas galerias, também fica o imponente Castelo de Itaipava.

O Castelo foi construído no início do século passado pelo Barão de Vasconcelos e hoje tornou-se um empreendimento comercial: além da visita em seu interior, é possível provar os pratos servidos em um restaurante que foi montado no espaço e até mesmo hospedar-se no castelo e utilizar o SPA!

Reserve a outra metade do dia para conhecer um pouco mais de outros bairros rurais de Petrópolis: em Secretário, por exemplo, é possível fazer cavalgadas. No bairro do Nogueira, tem uma réplica de Maria Fumaça e deliciosas empadas pertinho de um lago perfeito para descansar. Já para quem gosta de mais natureza, o bairro do Rocio tem muito verde e o famoso Poço Negro.

Dia 5 – Tour por Teresópolis

A cidade vizinha de Teresópolis fica distante cerca de 55 km de Petrópolis. Em um dia por lá é possível conhecer um pouco dos atrativos do Parque Nacional da Serra dos Órgãos e a influência germânica na Vila St Gallen, que apresenta o universo da cerveja.

Entre outros lugares que merecem destaque está a Feirinha do Alto, a histórica Fonte Judith e a Granja Comari, sede de treinos da Seleção Brasileira de Futebol.

 

IMPORTANTE: Antes de viajar, verifique as condições visitação no destino e siga sempre os protocolos de segurança e de higiene para o combate do coronavírus.

Deixe um

Comentário

Ninguém comentou ainda, seja o primeiro!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Salve no

Pinterest

Salve essas dicas no Pinterest e aproveite melhor a sua viagem pelo Brasil!
pins_mdela_pinterest

Escute no

Spotify

Outras

Viagens