A harmonia entre a natureza e as diversas religiões está retratada nos jardins do Santuário Vale do Amor, de Petrópolis. São cerca de 2 milhões de metros quadrados de Mata Atlântica preservada, que propiciam experiências únicas aos visitantes.

A proposta do santuário é mostrar que existem diferentes caminhos para vivenciar o sagrado e que estes caminhos podem ser percorridos através dos ensinamentos das religiões. Por isso, o Vale do Amor é dividido por religiões e, cada um dos espaços, reproduz as mensagens e filosofias de cada corrente religiosa.

Próximo de uma cachoeira, por exemplo, é possível encontrar o espaço de oração dedicado aos praticantes das religiões de matrizes africanas.

Já em um corredor no gramado, diversas representações de Buda deixam mensagens de otimismo e positividade para quem caminha por ali.

Saiba mais:

BOOKING.COM: RESERVE SUA HOSPEDAGEM AQUI!

Há também jardins dedicados aos ensinamentos das religiões orientais, que reproduzem até mesmo os tradicionais portais e pontes japoneses.

Caminhar pelos jardins é encontrar bem-estar em meio ao silêncio que vem da natureza, que ressalta apenas aquilo que é essencial para o momento: o som do canto dos pássaros, do vento na copa das árvores e das águas nas cachoeiras e lados.

3 curiosidades sobre o Vale do Amor

Além dos 40 mil metros quadrados de jardins, o Vale do Amor também é lugar de medicinas espirituais. Grupos se reúnem no espaço para praticar yoga, meditação, danças sagradas, tai chi chuan, artes marciais e outras terapias.

Todos os anos, a positividade ganha ainda mais força pra invadir o Vale do Amor na Love Run, uma corrida que acontece no domingo que antecede o Dia dos Namorados. São dois percursos, de 6 e 10 km, que incluem os jardins do santuário.

Um dos cenários mais fotografados do Vale do Amor é a Capela de São Francisco, feita com seus bancos de pedra e com as montanhas de fundo no altar. Poucas pessoas sabem, mas o espaço também é palco de celebrações de casamento.

Como chegar no Vale do Amor

O Vale do Amor fica distante cerca de 10 km do centro de Petrópolis, sendo que 2,5 km do trajeto são de estrada de terra no bairro da Fazenda Inglesa. Por conta das condições da estrada, alguns motoristas de aplicativo se recusam a fazer a viagem.

Para quem vai sem carro, o ideal é entrar em contato com a administração do Vale do Amor e pedir a indicação de motoristas que façam o trajeto para combinar o valor. O número de whatsapp é o (24) 98801-0310. Importante dizer também que no local não há sinal de telefonia.

Vale do Amor: ingressos e horário de funcionamento

O ingresso para o Vale do Amor custa R$ 15 e o pagamento deve ser feito em dinheiro. Crianças até 5 anos não pagam. O local fica aberto diariamente das 8h às 17h. No local há estacionamento gratuito, uma pequena barraca de produtos de jardinagem e uma cantina.

Para se programar:

A visita ao Vale do Amor não é guiada, por isso é importante é importante estar acompanhado de um profissional de turismo, que possa enriquecer a sua experiência, com informações históricas e curiosidades.

O Guia Sidnei Barbosa faz parte da associação de guias de turismo da cidade e seus roteiros incluem a visitação no Vale do Amor.

Ele possui especialidade em turismo histórico cultural, turismo de experiência, turismo ecológico, turismo gastronômico, o turismo pedagógico e até mesmo o turismo de cemitério!

O contato do Sidnei é o (24) 99238-9038 e o seu e-mail é o sidneiturismo32@hotmail.com.

O serviço do guia é apenas uma indicação do Meu Destino é Logo Ali, livre de qualquer contraprestação.

O booking.com faz cotação em diversas empresas/acomodações, garantindo os melhores preços e opções pra você. Reservando através deste link, você não paga nada a mais por isso e o Meu Destino é Logo Ali recebe uma contribuição. Com isso, você ajuda a manter o blog sempre atualizado e com novos conteúdos!

Deixe um comentário