Skip to content

Poço Encantado e Poço Azul: veja todas dicas pra conhecer os cartões postais da Chapada Diamantina

No meio do verde da vegetação e das formações rochosas da Chapada Diamantina, alguns locais se destacam pelo contraste de cores da natureza. É o caso do Poço Encantado e do Poço Azul: grutas tomadas por águas em colorações cristalinas, que se tornam um espetáculo combinado com a incidência do sol.

O passeio ao Poço Encantado e ao Poço Azul costuma ser oferecido no mesmo dia por agências de turismo de Lençóis. Com belezas únicas, uma das grandes diferenças entre os dois locais é que, no Poço Encantado, a visita é contemplativa. Já no Poço Azul é possível nadar dentro do lago.

Poço Encantado

O Poço Encantado fica na cidade de Itaetê, distante 140 km de Lençóis. Pra entrar no local é cobrado uma taxa de R$ 25.

Na base de apoio existe uma pequena lanchonete, que comercializa bebidas, sorvetes e artesanatos da região. Pra adentrar na gruta, é preciso colocar o equipamento de segurança oferecido no local: um capacete com lanterna.

O caminho até a entrada da gruta é de uma curta trilha, que mais se assemelha a decida de uma longa escada. A entrada na gruta não requer grandes desafios, mas é uma abertura apertada – o que pode causar um certo desconforto pra quem sofre de fobia com locais fechados.

Vencida a entrada da gruta, um amplo salão se apresenta aos olhos e abriga um lago com águas cristalinas, na coloração azul. Além da beleza da transparência da água e impressionar, e até provocar dúvidas de onde fica a linha d´água (já que é possível enxergar com perfeição todas as rochas da parte submersa), um outro espetáculo da natureza abrilhanta ainda mais o local: entre os meses de abril e setembro um raio de sol invade a caverna e reflete sobre a água, fazendo surgir um feixe de luz sobre as águas.

Apesar do espetáculo acontecer no período de seca das chuvas, os meses de junho e julho são considerados os melhores pra avistar o raio de sol (que também depende, obviamente, das condições climáticas e incidência de sol na região). O horário mais recomendado é das 10h30 às 13h30. Por conta disso, o ideal é visitar primeiro o Poço Encantado e depois seguir para o Poço Azul.

O Poço Encantado tem mais de 60 metros de profundidade. São 110 metros de comprimento e 70 metros de largura numa infinidade azul!

O local recebeu esse nome por conta da história que envolve o descobrimento da caverna e suas águas azuis intensas. Moradores e guias locais dizem que o local foi descoberto por caçadores que resolveram levar um pouco daquela água de coloração impressionante aos moradores do vilarejo pra mostrar o quão incrível era aquela descoberta.

Acreditava-se que a água dali tinha uma coloração especial. Só que, retirada da caverna, a coloração da água era normal: límpida e cristalina. Passou-se acreditar então que havia um encanto envolta da cor da água, que era capaz de mudar de cor. Só que, na verdade, a explicação pra isso está nos minérios das rochas da caverna: são eles os responsáveis por refletir uma coloração azulada pra água.

A água do Poço Encantado vem de rios subterrâneos que alagaram a caverna. Para preservação do local, não é permitida a entrada para banho na água. Inclusive, os funcionários do espaço realizam limpezas da superfície da água periodicamente pra manutenção.

Poço Azul

O Poço Azul fica no município de Nova Redenção. Geralmente, após a visita no Poço Encantado, os guias das agências de turismo levam os visitantes até o complexo turístico do Poço Azul, onde há um restaurante. Após o almoço e descanso, é preciso passar em uma ducha para remover protetor solar, óleos e cremes da pele pra poder entrar na água. Além disso, é preciso vestir um colete salva-vidas e também é oferecido um óculos de mergulho.

Outra orientação repassada pelos monitores do local é que não é permitido mover-se bruscamente dentro do poço. É permitido apenas nadar batendo as pernas e braços dentro d´água e boiar. O tempo de permanência dentro da água também é monitorado. Tudo isso para garantir que o Poço Azul preserve suas características e beleza, evitando a movimentação de sedimentos das rochosas que poderiam alterar a coloração da água.

O Poço Azul tem 20 metros de profundidade e é possível percorrer alguns metros duas galerias diferentes da caverna, com incidência diferentes de luz solar. Observar o fundo da caverna, com o rosto na água, é um paisagem surpreendente na medida que os raios de sol vão dançando no movimento das águas.

A entrada no Poço Azul não exige o acompanhamento de guias. O valor da entrada é de R$ 30.

 

Deixe um

Comentário

1 Comment


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Salve no

Pinterest

Salve essas dicas no Pinterest e aproveite melhor a sua viagem pelo Brasil!
pins_mdela_pinterest

Escute no

Spotify

Outras

Viagens