A Chapada das Mesas está acessível para todos que gostam de vivenciar no ecoturismo. Grande parte dos atrativos conta com uma boa infraestrutura para receber os visitantes e a região abriga cachoeiras de tonalidades azuis surreais, trilhas em meio à natureza que revelam a grandiosidade das mesetas, como o Morro do Chapéu e opções para relaxar, como o Complexo da Pedra Caída.

Saiba mais:

No sul do Maranhão, para chegar até lá o jeito mais fácil é aterrizar no pequeno aeroporto de Imperatriz. De lá até Carolina, a cidade-sede da Chapada das Mesas, são 220 quilômetros percorridos em estrada asfaltada.

Em quatro dias inteiros é possível conhecer as principais paisagens da região, porém, o ecoturismo está em plena expansão e diversas cachoeiras e passeios estão sendo programados.

Confira aqui as opções de passeio para o roteiro de 5 dias:

Dia 1: Chegada em Carolina

A agência Torre da Lua oferece o transfer de Imperatriz até Carolina no início da tarde.

A chegada prevista é para o final da tarde e a dica é procurar um mercado para se abastecer com barrinhas de cereais, frutas e água para os dias de trilha que virão, além de descansar.

BOOKING.COM: RESERVE SUA HOSPEDAGEM AQUI!

Dia 2: Riachão

Na cidade vizinha de Riachão ficam os atrativos mais bonitos da Chapada das Mesas: o Encanto Azul e o Complexo de Santa Bárbara, que inclui, além da famosa Cachoeira de Santa Bárbara, o Poço Azul.

O passeio dura o dia todo e o almoço é servido no Completo de Santa Bárbara.

Dia 3: Parque Nacional da Chapada das Mesas (PNCM)

O caminho, com emoção, pelas estradas do PNCM tem como destino a visitação da Cachoeira da Prata e a Cachoeira de São Romão.

Na segunda parada acontece o almoço e, além de se banhar nas águas da cachoeira, é possível ir até atrás da queda d´água e sentir a força da natureza. Ainda na Cachoeira da Prata, caiaques podem ser alugados para aumentar a adrenalina do passeio.

Dia 4: Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua

O passeio acontece do outro lado do Rio Tocantins, já na cidade de Filadélfia (TO). Os esforços da trilha compensam a vista que se tem do alto de uma das mesetas, formação rochosa típica da região.

Para completar o dia, o retorno é feito de barco, com parada na Pedra Encantada para banho. Assistir o pôr do sol do rio é outra atração do dia.

Dia 5: Complexo Pedra Caída + Portal da Chapada

O complexo de lazer conta com piscina, restaurante, tirolesas e opções de cachoeiras para visitação. Todos os atrativos são cobrados à parte e vale conhecer, ao menos, a Cachoeira do Santuário, uma das mais famosas da região.

O dia se encerra com a subida até o Portal da Chapada para assistir o pôr do sol e conferir, de um ângulo único, os Portais da Chapada e o famoso Morro do Chapéu.

Dia 6: Retorno para Imperatriz

O retorno para Imperatriz é feito logo pela manhã. Programe-se quanto ao próximo voo e/ou hospedagem na cidade. Vale lembrar que o aeroporto fecha no final da tarde e só reabre no início da madrugada por ausência de pousos e decolagens.

Quando ir e como chegar na Chapada das Mesas?

Em geral, as estações do ano na Chapada das Mesas são divididas em duas: seca e cheia. De maio a dezembro, chove menos. Se por um lado as cachoeiras de águas cristalinas ficam mais bonitas, aquelas com maior volume de água apresentam uma diminuição no volume da queda d´água.

Entre janeiro e maio é o período das cheias, o que garante um volume maior de água para as cachoeiras do PNCM. Porém, as cachoeiras cristalinas perdem sua beleza.

Para chegar até a Chapada das Mesas, o aeroporto mais próximo é o de Imperatriz – MA, que fica a 220 km de distância. A agência Torre da Lua inclui o transfer em seus pacotes.

A agência Torre da Lua oferece todos esses passeios pela Chapada das Mesas e também outras opções de tours. O foco da agência não é o turismo de massa e, sim, trabalhar a conscientização ambiental com os visitantes. Por isso, os passeios são feitos com grupos pequenos, sempre pensando na preservação da natureza.

Onde ficar na Chapada das Mesas?

Para quem quer entrar no clima da cidade, a melhor opção de hospedagem é a Pousada Candeeiros. Construída num casarão do século XIX, o espaço preserva parte da mobília original e conta com algumas cadeiras na varanda, para que o hóspede possa sentar na calçada e conversar, bem à modo do povo de Carolina.

A estrutura da pousada oferece chuveiro elétrico, ar-condicionado, várias redes de wi-fi e piscina. O café da manhã é reforçado com diferentes sabores de sucos, além de café, iogurtes, pães, frios, frutas e bolos para se preparar para os dias de passeio.


*A viagem para a Chapada das Mesas teve apoio da agência Torre da Lua Ecoturismo da Pousada dos Candeeiros. Apesar disso, as informações aqui descritas são livres de qualquer contraprestação.

Salve essas dicas no Pinterest e aproveite melhor a sua viagem pelo Brasil!

O booking.com faz cotação em diversas empresas/acomodações, garantindo os melhores preços e opções pra você. Reservando através deste link, você não paga nada a mais por isso e o Meu Destino é Logo Ali recebe uma contribuição. Com isso, você ajuda a manter o blog sempre atualizado e com novos conteúdos!

7 Comments

  • LUCIO FABIO DA COSTA JUNIOR
    Posted 25/10/2019

    Que roteiro maravilhoso. Não imaginava que havia tanta atividade incrível para se fazer além das belezas naturais quem enchem os olhos e renovam a alma.Um paraíso! Dicas anotadíssimas!

  • Vanessa Barreto
    Posted 25/10/2019

    Nossa Maiara, eu não fazia ideia do que era a Chapada das Mesas e tô boba com tanta beleza. Voi que vc escreveu vários outros posts da região, você é demais! 🙂

  • Regina
    Posted 25/10/2019

    Adorei! Então, 6 dias é um bom tempo para conhecer ne?!

  • Patrícia
    Posted 26/10/2019

    Fiquei encantada com esse lugar através das suas fotos. Fiquei super curiosa pra conhecer e já vou anotar todas as dicas.

  • Priscila
    Posted 27/10/2019

    Uau que demais esse lugar ! Não conhecia até ler seu artigo !
    Já to louca pra ir !

  • Fernanda
    Posted 28/10/2019

    Nosso Brasil é muito grande! Nunca tinha ouvido falar na Chapada das Mesas

  • Caroline Rodrigues
    Posted 28/10/2019

    Eu também nunca tinha ouvido falar da Chapada das mesas! Estou encantada. E É sempre bom falar o tempo ideal para uma viagem destas.
    Agora estou louca para conhecer. Também AMEI o quarto que você ficou! Que cama é essa!

Deixe um comentário